Premier italiano lamenta queda de helicóptero de resgate

Queda matou seis pessoas na Itália

O primeiro-ministro da Itália, Paolo Gentiloni, exprimiu "condolências e dor" pela queda de um helicóptero do serviço de emergência do país, que matou seis pessoas.

    Ele ressaltou que essa é "uma nova tragédia que atinge uma região já fortemente abalada pelo luto e pela emergência desses dias" e que está "próximo" às pessoas envolvidas.