Chefe do Tesouro britânico: 'Reino Unido vai se manter competitivo mesmo fora da UE

Às vésperas de ativar o artigo de saída e se tornar o primeiro país a deixar a União Europeia, o Reino Unido já desenha planos para não perder relevância econômica quando estiver por conta própria.

Em entrevista ao jornal alemão Welt am Sonntag neste domingo, o chefe do Tesouro britânico, Philip Hammond, disse que o Reino Unido vai tomar todas as medidas necessárias para se manter competitivo na economia global se o país ficar pra fora do mercado único da União Europeia. A terra da rainha quer acesso às benesses alfandegárias com o bloco europeu, mas a medida encontra forte oposição da Alemanha, para a qual não é possível usufruir dos benefícios da UE sem assumir suas responsabilidades. 

Hammond disse que a economia do Reino Unido pode ser forçada a mudar sem o acesso ao mercado único, mas "você pode ter certeza de que faremos o que tivermos que fazer". A primeira-ministra Theresa May vai conceder discurso e coletiva de imprensa na próxima terça, em que espera detalhar os procedimentos que o país vai adotar durante e após o Brexit.