Turquia diz que união e paz na Síria são impossíveis com Assad

Declarações do porta-voz presidencial deixam claro que, mesmo atuando ao lado da Rússia, a Turquia não mudou seu posicionamento quanto ao presidente sírio.

Por meio do porta-voz da presidência, a Turquia disse hoje acreditar que uma Síria unida e pacífica é impossível com o presidente atual do país, Bashar Assad.

Mesmo assim, o paz quer acompanhar o desenrolar das conversas de paz em Astana, capital do Cazaquistão.

"Nossa posição sobre Assad é clara, não acreditamos que uma Síria unida e pacífica seja possível com Assad permanecendo no poder, mas veremos como Astana fala, queremos caminhar um passo por vez neste momento", disse o porta-voz presidencial Ibrahim Kalin.

Falando aos repórteres em Ancara, Kalin disse que os combates na Síria haviam parado em grande parte nas últimas duas semanas devido ao cessar-fogo negociado pela Rússia e pela Turquia.