Estudante chinesa desaparece em Roma

Jovem sumiu após ir ao Escritório de Imigração na capital

O desaparecimento da estudante chinesa Zhang Yao, 20 anos, está sendo seguido com muita atenção pelas autoridades de Roma e segue sendo um mistério.

Há dois dias, a jovem foi até o Escritório de Imigração na capital italiana para tirar seu visto de estudante na Itália, onde faria um curso na Academia de Belas Artes de Roma, e não voltou para casa. Uma amiga informou aos policiais da capital sobre o sumiço e, desde então, estão sendo seguidas duas linhas de investigação. A primeira aponta para um assalto e a segunda para um sequestro.

Isso porque, segundo sua amiga, ela chegou a telefonar pedindo ajuda. "Socorro, estão me agredindo", teria dito a chinesa antes da ligação telefônica cair.

As autoridades estão analisando as imagens de câmeras de segurança da região e também tentando obter os dados telefônicos para rastrear seus passos. Além disso, diversos amigos de Yao estão sendo ouvidos para entender qual era a rotina da estudante e os campos de ciganos que ficam próximo ao escritório também estão sendo revistados.