Chefão mafioso é preso em bunker na Itália

Antonio Pelle havia fugido de hospital em 2011

A polícia de Reggio Calabria prendeu nesta quarta-feira (5) o chefe do clã San Luca, ligado à máfia 'ndrangheta, Antonio Pelle, 54 anos.    

Foragido desde 2011, quando fugiu do hospital de Locri, na Calábria, Pelle morava na sua própria residência, que foi alvo de inúmeras buscas policiais. No entanto, após uma observação mais atenta dos investigadores, eles perceberam que havia um bunker entre o armário e o banheiro do quarto principal.    

A prisão foi tão surpreendente que o próprio Pelle não ofereceu resistência e estava visivelmente assustado com a presença dos policiais. A ação foi bastante demorada já que, para acessar o esconderijo, era preciso subir em um armário que servia de entrada.    

Pelle, que era identificado com o codinome de "mamma", era um dos 100 criminosos mais procurados pela Polícia italiana. A cidade de San Luca, que tem quase quatro mil habitantes, é conhecida por ser o "coração" do grupo 'ndrangheta na Calábria.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais