Prefeito de Milão cobra inglês de servidores municipais

Giuseppe Sala disse que funcionários precisam se esforçar

O prefeito de Milão, Giuseppe Sala, fez uma cobrança pública neste sábado (1º) para que os servidores municipais que lidam com turistas aprendam a falar inglês.

Segundo ele, como a capital da Lombardia é uma "cidade internacional", os funcionários que trabalham com o público precisam fazer "um esforço a mais" para dominar o idioma.

"Se queremos uma cidade aberta, que queira receber o turismo, devemos encontrar uma fórmula para que o componente da administração municipal que lida com visitantes saiba falar ao menos um pouco de inglês", disse.

As declarações foram dadas durante um evento pelos 110 anos da Confederação Geral Italiana do Trabalho (Cgil), o principal sindicato do país. O secretário-geral da entidade em Milão, Massimo Bonini, concordou com Sala. "A ideia está correta. Se Milão quer se posicionar em nível internacional, essa é uma passagem crucial", afirmou.

Ex-CEO da Expo Milão 2015, feira universal realizada entre 1º de maio e 31 de outubro do ano passado, Sala foi eleito para governar a capital financeira da Itália no último mês de junho. Ele pertence ao centro-esquerdista Partido Democrático (PD), do primeiro-ministro Matteo Renzi.