Vaticano aprova indicação de novo embaixador brasileiro

Agora, Mendonça Filho terá que ser aprovado por Senado

A Secretaria de Estado do Vaticano concedeu o "agrément" ao nome de Luiz Felipe Mendonça Filho para que ele seja o novo embaixador do Brasil na Santa Sé, informou o Itamaraty nesta sexta-feira (30). 

O ato é visto como uma "aprovação" de um país para que a indicação de um diplomata estrangeiro possa ser efetuada. Para ser efetivado no cargo, o nome do indicado agora precisa ser aprovado pelo Senado brasileiro.    

Mendonça Filho atua como embaixador na Nicarágua desde 2012 e já foi o representante diplomático brasileiro em El Salvador entre os anos de 2008 e 2012. Além disso, o diplomata já atuou nas embaixadas de outros países, como Chile, Argentina e Áustria, e também realizou trabalhos no Consulado Geral do Brasil em Miami, nos Estados Unidos, e na Missão do Brasil na Organização dos Estados Americanos (OEA).    

Mendonça Filho substituirá o atual embaixador Denis Fontes de Souza Pinto, que está no posto desde 2013.