Ai Weiwei arrecada verba para vítimas de terromoto na Itália

Artista cedeu duas obras para serem leiloadas em Florença

Um leilão de duas obras do artista chinês Ai Weiwei em Florença, na Itália, arrecadou 101 mil euros que serão doados às vítimas do terremoto de 6 graus que atingiu a zona central do país em 24 de agosto e deixou 298 mortos.

O evento foi organizado por uma série de entidades, como a Fundação Palácio Strozzi, Galeria Continua, Sarment e Podernuovo, por ocasião de uma mostra sobre a carreira de Ai Weiwei en Florença.

O dinheiro será enviado para a cidade de Amatrice, no Lazio, a mais afetada pelo terremoto. Conhecida por sua gastronomia e por prédios históricos, Amatrice ficou completamente devastada. A Fundação Palácio Strozzi, que sedia a mostra, pediu, porém, que as autoridades usem a verba para reconstrução de escolas ou em projetos educativos.

A mostra "Ai Weiwei Livre" em Florença é uma das maiores que a Itália já recebeu e, nos três primeiros dias de exibição, registrou um público de quatro mil pessoas. A mostra fica em cartaz até 22 de janeiro.