Turquia tem primeira baixa oficial no campo de batalha na Síria

Um soldado turco foi morto e outros três ficaram feridos por um foguete lançado a partir de território controlado pelas forças curdas do YPG, contabilizando a primeira baixa do lado turco desde que Ancara lançou uma ofensiva transfronteiriça esta semana.

Dois tanques turcos na cidade de Jarablus, localizada na estratégica província síria de Aleppo, foram alvo de ataque de foguetes de militantes curdos neste sábado, informou a agência de notícias turca Anadolu.  

Os tanques participaram da ofensiva desta semana, realizada por rebeldes sírios apoiados pela Turquia, para recapturar Jarabuls de militantes do Daesh (autodenominado Estado Islâmico), segundo disseram fontes curdas.  

Rebeldes que se opõem à intervenção turca negaram anteriormente que havia forças curdas na região.  

O exército turco iniciou a sua chamada operação “Escudo do Eufrates” na Síria na quarta-feira (24), enviando dezenas de tanques e centenas de soldados para a região de fronteira entre os dois países.

A operação é destinada oficialmente a expurgar os terroristas do Daesh de Jarablus e evitar que as forças curdas estendam seu território no norte da Síria. Muitos especialistas internacionais, no entanto, observam que a operação turca em Jarablus destina-se em primeiro lugar contra os curdos, e só depois contra os radicais islâmicos.  

A morte do soldado turco neste sábado é a primeira fatalidade registrada no lado da Turquia desde o início da campanha sem precedentes do país.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais