Papa anuncia que visitará cidades italianas afetadas por sismo

Pontífice afirmou que 'assim que for possível' viajará

O papa Francisco anunciou durante a tradicional cerimônia do Angelus neste domingo (28) que visitará as cidades atingidas pelo forte terremoto ocorrido na última quarta-feira (24).

"Caros irmãos e irmãs. Assim que for possível, também eu espero encontrá-los para levar a cada pessoa o conforto da fé e o apoio da esperança cristã. Desejo renovar a minha proximidade espiritual com os habitantes de Lazio, Marcas e da Úmbria, duramente atingidos pelo terremoto dos últimos dias. Penso em particular nas pessoas de Amatrice, Accumoli, Arquata e Pescara del Tronto e Norcia", disse o líder religioso.

As quatro primeiras cidades citadas foram as que, além dos danos estruturais, registraram os mortos dessa tragédia. Em números corrigidos na manhã deste domingo pela Defesa Civil, até o momento, foram registrados 290 vítimas fatais e quase 400 feridos. Dessas mortes, 229 ocorreram em Amatrice, 11 em Accumoli e 50 em Arquata e Pescara del Tronto.

Antes de rezar a oração da Ave Maria pelas vítimas com todos os milhares de fiéis que estavam na Praça São Pedro, no Vaticano, o Pontífice ainda afirmou que quer fazer a visita para levar seu abraço de "pai e irmão" para os sobreviventes.

Jorge Mario Bergoglio também destacou que só a solidariedade é capaz de fazer com que todos vençam esses "testes sofridos". "A solicitude com a qual as autoridades, as forças de segurança, a Defesa Civil e os voluntários estão trabalhando demostra a importância da solidariedade para superar testes assim dolorosos". "Ainda uma vez digo àquelas caras populações que a Igreja compartilha com vocês seus sofrimentos e suas preocupações e reza pelos defuntos e pelos sobreviventes", finalizou. (ANSA)

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais