Mulher síria: 'Estou orando por cada avião russo que passa'

As tentativas da mídia ocidental de acusar a Rússia de bombardear habitações civis têm fracassado devido à falta de provas reais. Muito sírios, pelo contrário, agradecem a ação da Rússia no seu país. 

A agência Sputnik se dirigiu ao centro de acomodação de refugiados na cidade de Latakia. Neste centro estão aguardando o seu alojamento moradores das províncias de Idlib, Aleppo e Raqqa. 

Um dos refugiados, Abu Ahmed, que fugiu da cidade Arihah, disse à Sputnik que sua casa foi destruída por terroristas mais de dois anos atrás. Esses mesmos terroristas mataram os pilotos russos que estavam transportando ajuda humanitária a bordo de um Mi-8 e mutilaram os corpos dos pilotos. 

Um Maysaa, uma mulher síria, fugiu da cidade de Al Bab, na província de Aleppo e disse à Sputnik que faz orações por cada avião que passa, porque por trás de cada piloto está toda uma vida. 

O pequeno Ali, por sua vez, se lembra dos tempos em que brincava com os seus amigos e partilhou com a Sputnik que espera muito por voltar para casa e para a escola.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais