"Parem de nos matar", diz Beyoncé sobre assassinato de negros pela polícia

Beyoncé se manifestou pelas redes sociais na noite desta quinta-feira (7) a respeito do assassinato de dois homens negros pela polícia norte-americana em dois dias. As mortes foram registradas em vídeo e divulgadas amplamente pelas redes sociais, gerando protestos contra a atuação da corporação durante abordagens. 

Beyoncé, que em seu último disco Lemonade fala sobre racismo e emancipação feminina, chama seus seguidores nas redes sociais a usar a voz para entrar em contato com políticos e legisladores em cada distrito nos EUA para exigir mudanças sociais e jurídicas. 

"Estamos todos doentes e cansados da morte de jovens homens e mulheres em nossas comunidades. Cabe a nós tomar uma posição e demandar que eles 'parem de nos matar'", inicia Beyoncé na nota publicada. "Nós não precisamos de simpatia. Nós precisamos que todas as pessoas respeitem as nossas vidas."

Beyoncé critica a impunidade dos que matam ou agem de forma violenta enquanto deveriam na verdade proteger vidas. "Estes roubos de vidas fazem com que nos sintamos inseguros, sem esperança. Mas temos que acreditar que estamos lutando pelos direitos para próxima geração, para os próximos homens e mulheres jovens que acreditam no bem."