Primeiro-ministro da Bélgica prevê novos ataques terroristas na Europa

Atentados em aeroporto e metrô em março deixaram 32 mortos e 340 feridos

O primeiro-ministro da Bélgica, Charles Michel disse, em entrevista ao jornal La Libre Belgique, que haverá novos atentados na Europa, e que o “risco zero não existe”. De acordo com ele, o nível de alerta na Bélgica permanece no nível três, na escala de quatro.

Charles Michel informou que a coordenação entre serviços de informação deve melhorar, e ponderou que uma nova reforma do Estado não resolveria em nada.

“A prioridade hoje é fazer funcionar as instituições existentes”, disse. “Devemos pôr em marcha tudo o que for necessário para melhorar a nossa capacidade de ação no domínio da segurança.”

Os atentados no aeroporto de Zaventem e na estação de metrô de Maelbeek, no dia 22 de março, deixaram 32 mortos e 340 feridos. Os ataques foram reivindicados pelo Estado Islâmico e realizados por três bombistas suicidas.

Da Agência Lusa