EI reivindica atentado contra mesquita no Kuwait

Ao menos 25 pessoas morreram em ação terrorista

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) assumiu o atentado contra a mesquita Al Imam al Sadeq, no Kuwait, nesta sexta-feira (26). O ataque matou, ao menos, 25 pessoas e deixou mais de 200 feridas durante as orações tradicionais do dia no local.

    Segundo uma nota divulgada na internet, os jihadistas afirmaram que o crime foi causado por um homem-bomba do grupo. Eles dizem que a ação é uma resposta ao governo do país, que está apoiando a luta internacional contra os extremistas.

    Esse foi o terceiro grande atentado desta sexta-feira. Um ataque na França e outro a um hotel de luxo na Tunísia deixaram 30 mortos.(ANSA)