Papa Francisco admite a separação de casais em casos de violência

Nesta quarta-feira (24), o papa Francisco admitiu que a separação do casal em alguns casos é inevitável e até "moralmente necessária". O Pontífice destacou que casos podem acontecer principalmente em situações de violência no lar.

"Existem casos em que a separação é inevitável, inclusive moralmente necessária, para tirar os filhos da violência e da exploração e até da indiferença e estranhamento", afirmou Francisco em audiência-geral na Praça de São Pedro. "Peçamos ao Senhor uma grande fé para ver a realidade com o olhar do Senhor", enfatizou.

Papa nomeia bispos para Blumenau e Bom Jesus da Lapa 

O papa Francisco nomeou dois novos bispos no Brasil para as cidades de Blumenau (SC) e Bom Jesus da Lapa (BA) nesta quarta-feira (24), informou o Vaticano.

    Para a cidade  catarinense, o escolhido foi o monsenhor Rafael Biernaski, 60 anos, que atuava como bispo titular de Ruspae e bispo-auxiliar de Curitiba desde 2010. Também foi o secretário da Regional Sul 2 da Conferência Episcopal Brasileira entre 2011 e 2015.

    O curitibano foi ordenado sacerdote em 1981 e é membro do Movimento Apostólico de Schönstatt. Chega à cidade para substituir o bispo Dom José Negri.

    Já para Bom Jesus da Lapa, Jorge Mario Bergoglio escolheu o monsenhor João Santos Cardoso, que foi transferido da diocese de São Raimundo Nonato. Aos 54 anos, o baiano foi ordenado padre em 1986 e atuou em diversas paróquias e dioceses nordestinas. Cardoso ainda realizou um doutorado em Filosofia na Universidade Pontifícia Gregoriana, em Roma, e foi vigário das paróquias Sant'Agostino, em Rieti, e San Vivenzio, em Blera. (ANSA)