Renzi aproveita comício para alfinetar Berlusconi

O primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, aproveitou uma visita a um comício em La Spezia, na região da Ligúria, para alfinetar o ex-premier Silvio Berlusconi e dizer que os resultados das eleições locais não afetarão seu governo.

"20 anos de centro-direita deixaram escombros. Nunca ataquei Berlusconi, mas ele é o líder político da Itália que ficou mais tempo que De Gasperi, Moro, Fanfani, Andreotti no Palácio Chigi. Se ele tinha essas grandes e belas ideias para o futuro do país porque ele não as realizou?", ironizou o premier.

Renzi se referia aos antecessores Alcide De Gasperi (1945-1953), Aldo Moro (1963-1968), Amintore Fanfani (vários períodos entre 1954 e 1987) e Giuliu Andreotti (sete vezes no cargo) que permaneceram por anos na política do país.

Sobre as eleições regionais que ocorrerão na Ligúria, no dia 31 de maio, o primeiro-ministro afirmou estar tranquilo e não temer que os resultados do local afetem seu governo nacional.

Ao lado da candidata Raffella Paita, do Partido Democrático (PD), ele ainda destacou que "para o governo, nada muda" caso sua sigla perca as eleições para o candidato do Forza Italia, de Berlusconi.