Pai e filho fazem poltrona para o papa na Bósnia

Dois artesãos muçulmanos da cidade de Zavidovici, na região central da Bósnia-Hezergóvina, são os responsáveis pela construção de uma poltrona que será usada pelo papa Francisco durante sua viagem à capital Sarajevo no dia 6 de junho deste ano.

Salem e Edin Hajderovac, pai e filho, estão confeccionando a cadeira, que já pesa quase 100 kg e está sendo feita em madeira de lei. Nos braços, foram entalhados peixes, que simbolizam a multiplicação dos pães por Jesus, enquanto o encosto conta com três edifícios: a Catedral do Sagrado Coração, a igreja de São José de Zavidovici e a parte da Catedral de Sarajevo que foi construída em 1244.

No lado de trás da poltrona, foram representados o brasão do Pontífice, o grão que simboliza a Bósnia e as videiras que remetem ao país.

A construção da cadeira, que começou há dois meses, também contou com a participação de outras pessoas, como os três homens que fizeram os entalhes e que, segundo Salem, trabalharam 10 horas por dia para isso.

O assento agora só precisa ser transportado para Sarajevo. Até lá, os dois artesãos estão dormindo na loja para proteger a obra e o local está sendo vigiado pela polícia.