No Dia da Memória, Obama comemora 2015 'sem guerras'

Em um discurso no Cemitério Nacional de Arlington, nos arredores de Washington, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, comemorou o fato de, pela primeira vez em 14 anos, o país não estar envolvido em nenhuma guerra terrestre.    

A declaração foi dada durante as celebrações pelo Dia da Memória, data criada em homenagem a todas as pessoas que morreram enquanto combatiam pelas Forças Armadas norte-americanas. O cemitério abriga mais de 300 mil túmulos.    

"Hoje [25] é o primeiro Dia da Memória em 14 anos no qual os Estados Unidos não estão empenhados em uma guerra em campo", disse o mandatário norte-americano. Apesar de não ter tropas terrestres combatendo no momento, o país lidera uma coalizão internacional contra o grupo jihadista Estado Islâmico, realizando ataques aéreos em Iraque e Síria.

 

Itália

Como parte das celebrações, o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, visitou um cemitério militar norte-americano nos arredores de Florença e disse que Washington é a melhor "amiga e aliada" de Roma.    

"A Itália não esquecerá nunca a sua dívida em relação aos Estados Unidos, um país irmão, o nosso maior aliado, sem deixar de lado os laços com as outras nações que nos ajudaram", ressaltou o premier, referindo-se à Segunda Guerra Mundial.