Curdos expulsam Estado Islâmico e conquistam cidade síria de Kobane

Os combatentes curdos reconquistaram a cidade de Kobane, na Síria, após quatro meses de confrontos com rebeldes jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI). A informação foi divulgada nesta segunda-feira (26) pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Os militantes curdos são liderados por Mahmoud Barkhadan e teriam reconquistado cerca de 90% do território de Kobane. Desde setembro de 2014, estima-se que mais de 1,6 mil pessoas morreram nos confrontos contra o EI na região. Cerca de 80% dos ataques aéreos realizados pela coalizão internacional liderada pelos EUA também atingiram Kobane.

Por sua vez, o líder do EI, Abu Muhammad al Adnani, publicou uma mensagem aos militantes europeus pedindo que continuem atuando no velho continente. "Vocês viram o que um único muçulmano fez no Parlamento do Canadá e o que nossos irmãos fizeram na França, na Austrália e na Bélgica", disse o líder máximo do Estado Islâmico, referindo-se aos atentados cometidos nos últimos meses.