Congresso da Ucrânia aprova novo governo pró-ocidente

O Parlamento da Ucrânia elegeu nesta terça-feira (2) um novo governo pró-ocidente com 288 votos a favor, 62 a mais do que o necessário.    

O gabinete inclui alguns cidadãos estrangeiros, como a ministra das Finanças Natalie Jaresko, de origem norte-americana, o lituano Aivaras Abromavicius, que chefiará a pasta de Economia, e o georgiano Alexander Kvitashvili, escolhido para a Saúde.    

Os três receberam do presidente Petro Poroshenko a cidadania ucraniana em caráter de urgência, devido à sua iminente entrada no governo chefiado pelo primeiro-ministro Arseni Iatseniuk.    

O executivo anterior fora dissolvido por Poroshenko no último mês de agosto devido a uma crise na base aliada que apoiava o premier, que chegou até a entregar o cargo ao chefe de Estado. Por conta disso, foram realizadas eleições antecipadas no país em outubro, quando os partidos dos dois líderes, ambos pró-ocidente, saíram vitoriosos.