Egito abre fronteira com Faixa de Gaza por dois dias

Decisão era esperada por cerca de 6 mil palestinos bloqueados em território egípcio 

As autoridades egípcias permitiram a reabertura nesta quarta-feira (26) e amanhã da passagem de Rafah, que dá acesso à Faixa de Gaza. A decisão era esperada por cerca de 6 mil palestinos bloqueados em território egípcio após confrontos entre as forças em Cairo e grupos jihadistas ligados ao Estado Islâmico (EI).    

A passagem, no entanto, continua fechada para quem quiser sair de Gaza em direção ao Egito, informaram autoridades locais. O acesso foi fechado pela última vez em 25 de outubro, após radicais matarem ao menos 33 oficiais egípcios em ataque.    

A passagem de Rafah, um dos principais acessos à Gaza, foi bloqueada pelo governo egípcio em diversas ocasiões nos últimos anos. Esta é a única saída do território que não passa por Israel. O movimento islâmico Hamas, que controla Gaza, pede a abertura irrestrita da via, apesar das relações tensas com o novo governo egípcio.