Quatro policiais são mortos em atentado suicida na Chechênia

Pelo menos quatro policiais chechenos morreram hoje (5) ao tentar impedir um atentado suicida na cidade de Grozny, capital da Chechênia. Outros quatro policiais ficaram feridos. Há relatos, ainda não confirmados, de que o total de feridos pode chegar a 12 pessoas.

O alvo do atentado era um teatro, onde uma multidão acompanhava um concerto. Além de celebrar o dia da cidade, o evento coincide com o aniversário de Ramzán Kadyrov, presidente da Chechênia.

O terrorista detonou os explosivos depois que os policiais que faziam a segurança do prédio o abordaram e pediram seus documentos. “Com o custo de suas vidas, esses policiais salvaram a vida de milhares de pessoas”, disse o ministro russo do Interior, Vladimir Kolokoltsev.

Após enfrentar duas guerras separatistas na década de 1990, o movimento que prega a independência da Rússia foi adotando estratégias cada vez mais radicais, culminando com violenta insurgência na década passada.