Secretário de Estado do Vaticano defende nova abordagem contra Estado Islâmico

Em seu discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, afirmou que a entidade precisa de uma abordagem "renovada" contra ataques terroristas, em referência ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI), que controla áreas no Iraque e na Síria.    

"A minha delegação gostaria de lembrar que é lícito e urgente recorrer a ações multilaterais e a um uso proporcional da força para interromper agressões, mas temos a responsabilidade de proteger os mais frágeis", disse o religioso durante sua intervenção, que foi realizada na segunda-feira (29).    

Além disso, o cardeal exprimiu sua "desilusão" com o fato de a comunidade internacional ter, até agora, se caracterizado por vozes contraditórias e até mesmo pelo silêncio quanto aos conflitos na Síria, no Oriente Médio e na Ucrânia.