Estado Islâmico divulga novo vídeo de refém britânico

John Cantile afirmou que ataques aéreos são inúteis

O grupo terrorista Estado Islâmico (EI, ex-Isis) divulgou um novo vídeo nesta terça-feira (30). Nele, o refém britânico John Cantile critica o discurso feito pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no dia 11 de setembro e diz que os ataques aéreos da coalizão internacional são inúteis.

    "Com os ataques aéreos vocês não ganharão terreno. O novo conflito não fará com que o Ocidente seja mais seguro. A estratégia de Obama é previsível", disse Cantile segundo o jornal Daily Mail. O vídeo já foi retirado do ar pelo YouTube.

    Ainda de acordo com a mídia internacional, Cantile afirmou que o EI não perseguiu e matou "cristãos e yazidis" e disse que o discurso de Obama foi "irritante".

    Curdos As forças curdas lançaram uma nova ofensiva em três frentes contra o EI no norte do Iraque, informaram fontes do Exército Peshmerga. As operações militares estão concentradas no norte de Mosul, controlada pelos jihadistas, e ao sul da cidade de Kirkuk, onde existe uma grande petrolífera quase na divisa com a Síria. Segundo os curdos, eles recuperaram três cidades que estavam nas mãos dos extremistas. Os peshmergas estão tendo apoio aéreo do governo iraquiano. Já a coalizão internacional, liderada pelos EUA, realizou uma série de ataques aéreos na região de Kobane, na noite de ontem (29). A cidade de Ain al Arab é o local atual em que os jihadistas estão avançando e é a terceira cidade curda da Síria que sofre ataques. De acordo com o Observatório Nacional para os Direitos Humanos na Síria (Ondus), ontem o EI avançou por cerca de cinco quilômetros dentro da cidade. Nas últimas semanas, 160 mil pessoas fugiram da região por medos dos extremistas. (ANSA)