Genro de Bin Laden é condenado à prisão perpétua

Suleiman Abu Ghaith, genro de Osama bin Laden e ex-porta-voz do grupo terrorista Al Qaeda, foi condenado hoje, dia 23, à prisão perpétua em um tribunal em Manhattan.    

Em março, Abu Ghaith foi julgado culpado de ter conspirado contra os Estados Unidos com a intenção de cometer ataques contra cidadãos daquele país e seus bens, além de fornecer assistência material ao terrorismo.    

O terrorista de 48 anos nascido no Kuwait é o maior expoente da Al Qaeda já julgado por um tribunal federal dos Estados Unidos.    

Seu rosto foi visto mundialmente pela primeira vez após os ataques às Torres Gêmeas em setembro de 2001, em um vídeo no qual reivindicava a autoria dos atentados