Exército mata palestinos suspeitos de assassinato

Os dois teriam participado da morte dos três jovens israelenses

O Exército israelense matou dois suspeitos de terem sequestrado e assassinado três jovens israelenses em junho, na Cisjordânia. Segundo um porta-voz militar, eles foram mortos entre a noite de segunda-feira (22) e terça-feira (23).

    Amer Abu Aisha e Marwan Qawame estavam sendo procurados há meses e a morte teria ocorrido em uma blitz do Exército em Hebron. ENa região, há uma forte tensão entre os militares e a população nestes últimos dias.

    No dia 6 de agosto, no meio dos conflitos gerados pelas mortes de Naftali Fraenkel, de 16 anos, Gil-ad Shaar, de 16 anos, e Eyal Yifrach, de 19 anos, os agentes do Serviço Secreto do país (Shin Bet) haviam anunciado a prisão de um suspeito do crime.