Ex-presidente argentino Carlos Menem diz que filho foi vítima de atentado

O ex-presidente argentino Carlos Menem (1989-1999) disse acreditar que seu filho Carlos, conhecido como Carlitos, foi vítima de um atentado em 1995, como sempre assegurou sua ex-esposa Zulema Yoma.    

A informação foi divulgada pelo juiz Carlos Villafuerte Ruzo, que tomou seu depoimento como testemunha do caso, no Congresso Nacional, onde atua como senador.     

O juiz acrescentou que espera para o início de outubro os resultados de uma análise policial sobre a hipótese de atentado, publicou a agência local de notícias DyN.    

Carlos Menem Filho faleceu em 15 de março de 1995, aos 26 anos, após a queda do helicóptero em que viajava, acompanhado de um piloto profissional.