Ban quer diálogo construtivo para evitar mais violência na Turquia

As Nações Unidas continuam preocupadas com a situação dos protestos na Turquia. Em nota, emitida nesta terça-feira, o secretário-geral da organização disse que está triste com as perdas de vidas e os ferimentos causados pelos confrontos entre polícia e manifestantes turcos.

Ban Ki-moon pediu moderação máxima, e disse que os dois lados devem investir num diálogo construtivo para resolver as diferenças e evitar mais violência.

Os protestos na Turquia começaram no último dia 28 quando manifestantes saíram às ruas contra os planos das autoridades de construir um shopping no local do parque Gezi, na praça Taksim, no centro de Istambul.

Mas desde então, os protestos antigoverno se espalharam por outras cidades.

Nesta terça-feira, o porta-voz da alta comissária de direitos humanos da ONU elogiou a decisão do governo turco de suspender os planos de construção no parque, até um veredito da justiça sobre o tema.

O porta-voz, Rupert Colville, falou em nome da alta comissária, Navi Pillay, e pediu que o governo garanta que a polícia não vai usar de força excessiva para reprimir os manifestantes.

Pillay disse ainda que relatos de que spray de pimenta e gás lacrimogêneo, além de balas de borracha foram lançados a curta distância dos que participavam dos protestos também têm que ser investigados.