Incêndio em metrô russo deixa ao menos 60 feridos

Autoridades russas retiraram hoje pelo menos 4.500 pessoas do metrô de Moscou, capital russa, devido a um incêndio registrado em duas estações. Cerca de 60 pessoas ficaram intoxicadas e 15 foram internadas. 

As pessoas foram retiradas das estações de Okhotni Riad e Biblioteka Lenin após o incêndio causado por um curto circuito em um cabo de alta tensão, no túnel que liga as duas estações, provocado por causas técnicas, informaram fontes locais.

Cerca de 60 pessoas ficaram intoxicadas com o monóxido de carbono emitido pelo fogo. Três pessoas foram levadas para a reanimação.