Deslizamento de terra deixa 83 mineiros soterrados no Tibete

LHASA - Um deslizamento de terra deixou 83 trabalhadores soterrados em uma mina no Tibete.

O acidente ocorreu hoje às 6h locais (19h de ontem no horário de Brasília), na região de Maizhokunggar, perto da capital da região, Lhasa.

Os mineiros trabalham para a empresa China National Gold, e entre eles estão dois tibetanos.

Segundo o governo regional, o deslizamento de terra movimentou cerca de dois milhões de metros cúbicos de lama, pedras e detritos, afetando uma área de três quilômetros de extensão.

Mais de mil homens de equipes de resgate, entre polícia, bombeiros e pessoal médico, estão trabalhando no local, a 4,6 mil metros acima do nível do mar. Estão sendo utilizados 200 veículos, 15 cães e 15 dispositivos para localizar sobreviventes.

O presidente chinês, Xi Jinping, e o primeiro-ministro Leram Keqiang ordenaram as autoridades locais a fazerem todos os esforços para recuperar os mineiros soterrados, além de pedirem uma investigação sobre as causas do acidente.