Japão: adolescente esquarteja mãe para "estudar dissecação"

Uma adolescente japonesa acusada de esquartejar a mãe disse, em depoimento à polícia, que "apenas não gostava dela" e queria "aprender mais sobre dissecação". As informações são da agência Sapa.

A garota, de 19 anos, cortou a vítima em ao menos 15 pedaços usando facas de cozinha. Elas moravam em um pequeno apartamento em Tóquio.

O corpo da mãe foi mantido por cerca de duas semanas dentro de uma banheira cheia de água e, quando o crime foi descoberto pela polícia, já estava sendo removido em sacos plásticos. 

"Ela era uma pessoa ordinária, não gostava dela e tinha interesse em dissecar um corpo humano", declarou a adolescente. 

O nome da autora do crime não foi revelado pela lei japonesa que protege menores de idade.