"Deus não se cansa de perdoar", diz Papa em 1º Ângelus

Sábado, durante audiência, Francisco acariciou um cão

De acordo com a tradição dos papas que o antecederam, antes de conduzir a oração do primeiro Ângelus, o papa se dirigiu aos fiéis e falou sobre misericórdia. "Deus não se cansa de perdoar, o problema é que nos cansamos de pedir perdão", disse Francisco. 

Antes da oração do Ângelus na Praça de São Pedro, o papa chegou neste domingo (17) à paróquia de Santa Ana, no Vaticano, para celebrar uma missa dominical. Ao chegar à pequena igreja do Vaticano, sorridente e feliz, Francisco cumprimentou os que estavam ali com apertos de mão, acariciou crianças e demonstrou tranquilidade.

O papa trajava vestes roxas, em referência à Quaresma, que se estende até a chegada do sábado de Aleluia.Ele celebrou a missa com cardeais, o italiano Angelo Comastri, arcipreste da Basílica de São Pedro, e Prosper Grech, o clérigo octogenário de Malta, Este último pronunciou a última meditação no conclave que elegeu Francisco.

Antes de entrar na igreja, porém, o papa foi para a rua, a poucos metros da Praça de São Pedro e, com seu estilo cordial, cumprimentou as pessoas que estavam ali. Ao meio-dia, a previsão é de que Francisco aparecerá na varanda do apartamento papal que dá para a Praça de São Pedro, para seu primeiro Ângelus dominical. São esperados milhares de fiéis para o evento.

>>Cristina Kirchner será a primeira chefe de Estado a ser recebida pelo papa 

>>Dom Cláudio Hummes inspirou escolha de nome