Cardeais iniciam encontros preparatórios para Conclave

Começou nesta segunda-feira a primeira congregação geral que precede o início do Conclave para eleger o novo papa, na qual os cardeais eleitores irão definir os detalhes da eleição.

A segunda reunião dos cardeais vai ocorrer às 17h (13h de Brasília), segundo a Santa Sé. As congregações se realizam quatro dias depois da renúncia de Bento XVI, no dia 28 de fevereiro, que deu início ao período conhecido como Sé Vacante, em que a liderança da Igreja Católica fica desocupada.

As congregações são realizadas na Sala dos Sínodos, uma grande sala de audiências localizada na Ala Paulo VI, no Vaticano. Nesses encontros, os cardeais discutem os problemas da Igreja, debatem o perfil do novo pontífice e acertam os detalhes que envolvem o Conclave e, principalmente, definem a data do início da eleição.

>> Conheça os principais candidatos europeus à sucessão de Bento XVI

>> Cardeais brasileiros estão em Roma à espera do início do conclave

>> Novo papa: nome de dom Odilo Scherer ganha força entre cardeais

Segundo o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, apenas quando todos os cardeais eleitores estiverem em Roma será possível acertar a data em que o Conclave será iniciado.

No Vaticano, conversas entre os cardeais e outros membros da Igreja apontam o dia 8 de março, próxima sexta-feira, como uma possível data para o início da eleição, mas nada foi definido oficialmente por enquanto.

Lombardi já informou que as reuniões desta segunda-feira não devem definir a data de início do Conclave, mas alguns temas que devem ser abordados nas reuniões são a reforma da Cúria Romana (o governo da Igreja) e a investigação interna sobre o caso "VatiLeaks" (vazamento de documentos confidenciais do Vaticano), assim como os escândalos e polêmicas dos últimos anos.

Segundo a imprensa italiana, não há um favorito entre os 115 cardeais-eleitores.