Bento XVI agradece apoio e pede renovação da Igreja

No Ângelus, Pontífice pede rezas por novo papa

O papa Bento XVI pediu aos milhares de fiéis presentes na praça São Pedro, no Vaticano, neste domingo, para que rezem por ele e pelo próximo papa. Ao conduzir sua penúltima missa do Angelus antes da sua renúncia, prevista para o dia 28 de fevereiro, o Sumo Pontíficie agradeceu pelo apoio e orações que vem recebendo nos últimos dias e pediu uma renovação da Igreja. 

"Agradeço de coração a todos por suas orações e afeto nestes dias. Os suplico que continueis rezando por mim e pelo próximo papa, assim como pelos exercícios espirituais que começarei esta tarde junto com os membros da Cúria Romana", afirmou.

Falando em inglês e espanhol, Bento XVI convocou a Igreja e todos os seus membros a se "renovarem" e "se reorientarem em direção a Deus, rejeitando o orgulho e o egoísmo".

"A Igreja convoca todos os seus membros a se renovarem (...), o que envolve uma luta, um combate espiritual, porque o espírito do mal quer nos desviar do caminho em direção a Deus", declarou o Papa a partir do balcão do Palácio Apostólico, diante de dezenas de milhares de pessoas reunidas na Praça de São Pedro.

O Pontífice fez votos para que neste tempo de Quaresma a "contemplação da paixão, morte e ressurreição de Cristo nos ajude a segui-lo mais de perto".

Depois da missa, a Rádio do Vaticano anunciou que Bento XVI vai passar a semana em retiro e sem eventos públicos. No próximo domingo Bento XVI vai realizar sua última missa do Ângelus, o tradicional evento dominical no Vaticano.