Britânicos sugerem ajuda da França em caso de invasão das Malvinas

A França deveria apoiar a Grã-Bretanha no caso da Argentina "voltar a invadir" as Ilhas Malvinas, e desta forma "devolver o favor" a Londres pelo apoio militar na ofensiva contra milícias islâmicas no Mali, segundo alguns parlamentares britânicos.    Os legisladores pela circunscrição inglesa de Bolton, David Crausby, e de Bromley, Jean Stroud-Mort, indicaram que Londres deveria pedir assistência ao governo francês no caso de um novo conflito militar no Atlântico Sul, após a Guerra das Malvinas há 30 anos.    

Os dois funcionários do governo fizeram as declarações na Câmara dos Comuns, em Londres.    

Stroud-Mort disse que tem um vínculo pessoal com as Malvinas, já que ficou viúva de seu marido John Stroud, morto aos 20 anos nas Malvinas na guerra ocorrida em 1982.    

A Royal Air Force (RAF) está oferecendo atualmente apoio logístico à França para sua campanha terrestre contra rebeles muçulmanos no Mali.    

As declarações foram feitas dias depois que a presidente Argentina, Cristina Kirchner, enviou uma carta aberta publicada nos jornais ingleses The Guardian e The Independent, na qual incitou o Reino Unido a realizar negociações que devolvam as Ilhas Malvinas.