MInistro diz que estado de saúde de Chávez permanece delicado, mas estável

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, permanece estável dentro de seu 'quadro delicado', após ter sido operado pela quarta vez contra um câncer em Cuba, disse o genro do chefe de Estado, Jorge Arreaza, ministro da Ciência e Tecnologia.

"A equipe médica nos explica que a condição do presidente Chávez permanece estável dentro de seu quadro delicado"', escreveu Arreaza em sua conta no microblog Twitter.

Em outras mensagens, o genro do presidente garantiu que Chávez "continua batalhando duro" e disse que familiares haviam ido à ilha para visitá-lo. Arreaza é casado com a filha mais velha de Chávez, Rosa Virgina.

Chávez, de 58 anos, se recupera em Cuba de uma nova cirurgia feita no mês passado contra um câncer na região pélvica.

Na noite de terça-feira, o vice-presidente, Nicolás Maduro disse em uma entrevista que Chávez segue em um estado “complexo”, sem dar mais detalhes. O presidente, reeleito em outubro deste ano, deve tomar posse dentro de oito dias diante da Assembleia Nacional, e o governo ainda não declarou o que irá fazer caso Chávez não possa estar presente.

Pouco antes da entrevista, um jornal espanhol noticiou que Chávez estaria em coma induzido, citando fontes anônimas ligadas à inteligência do país. Maduro criticou enfaticamente o que chamou de "boatos" ligados à saúde do presidente, e pediu que o povo confiasse nas informações passadas pelo governo.