Israel responde a ataque e dispara contra a Síria

Israel disparou contra o território sírio neste domingo após um ataque efetuado a partir do país vizinho atingir um veículo militar israelense nas Colinas de Golã. As informações são de agências internacionais.

Soldados sírios podem ter morrido na ação, conforme afirmou o Exército de Israel. Pelo lado israelense, porém, nenhum ferido foi registrado. A princípio, o incidente não tem ligação com o conflito entre israelenses e palestinos na Faixa de Gaza.

Esse é o terceiro episódio recente de transbordamento da guerra civil da Síria. Líbano e Turquia já foram atingidos por disparos provenientes do território sírio, onde forças rebeldes lutam contra o Exército do regime do presidente Bashar al-Assad.

Apesar da resposta imediata e de admitir a possibilidade de ter causado mortes, o brigadeiro-general Yoav Mordechai, porta-voz do Exército israelense, declarou não desejar confrontos com a Síria. "Não aceitamos ataques ao território israelense, mas não pretendemos estabelecer um conflito com o lado sírio.

Na fronteira entre Israel e Síria, Golã foi conquistada pelos israelenses em uma guerra em 1967. Apesar do litígio internacional, o governo de Jerusalém considera o local anexado ao território e a paz na região é assegurada por um cessar-fogo assinado na década de 1970.