Polícia mexicana prende suposto membro do Hezbollah

A polícia do México prendeu o norte-americano Rafic Mohammad Labboun Allaboun, suposto membro do grupo xiita libanês Hezbollah, na cidade de Mérida, capital do estado de Yucatán, no sul do país.    

Allaboun foi detido quando levava um passaporte falso que o identificava como cidadão de Belize, durante uma operação realizada por homens do Instituto Nacional de Imigração (INM, na sigla em espanhol), com o apoio da polícia local.    

Junto com ele foram presas outras cinco pessoas no bairro Francisco de Montejo. Duas delas foram identificadas como George Abdalah Elderes e Justin Yasser Safa, ambos cidadãos de Belize.    

As detenções, que aconteceram no sábado, só foram divulgadas ontem, no marco das investigações de agências de inteligência dos Estados Unidos que seguiam a pista de uma suposta célula do Hezbollah que opera entre a América Central e Yucatán.    

Fontes oficiais não informaram se eles estão envolvidos em algum ato terrorista nos Estados Unidos. Amanhã a queda das Torres Gêmeas, em Nova York, completa 11 anos.