Unesco comemora 40 anos da Convenção do Patrimônio Mundial 

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco) está comemorando os 40 anos da Convenção do Patrimônio Mundial.

A diretora-geral da agência, Irina Bokova, disse que há quatro décadas "a Convenção tem feito um esboço de um novo mapa mundi – um mapa de paz e de intercâmbios culturais que envolve quase mil sítios".

A sessão do comitê que decide os próximos patrimônios da humanidade está ocorrendo em São Petersburgo, na Rússia, e neste ano, o foco do encontro é o desenvolvimento sustentável.

O Brasil indicou à lista o conjunto "Rio de Janeiro, Paisagens Cariocas entre a Montanha e o Mar." São áreas onde natureza e urbanização se encontram, em um ponto que vai da zona sul do Rio até oeste de Niterói.

A cidade de Elvas, na fronteira de Portugal com a Espanha, é outro dos 36 sítios que concorrem à lista do Patrimônio Mundial. A reunião do comitê da Unesco vai até dia 6 de julho e até lá, serão anunciados os nomeados.

A delegação também decide quais locais entram para a lista dos Patrimônios Mundiais em Perigo, uma seleção dos sítios que estão com o estado de conservação ameaçado.