Quase 400 mil pessoas ainda vivem em acampamentos no Haiti, diz OIM 

A Organização Internacional para Migrações (OIM) informou que mais de dois anos após o terremoto do Haiti, cerca de 400 mil pessoas ainda vivem em abrigos temporários.

O tremor, de 12 de janeiro de 2010, deixou 1,5 milhão de pessoas desabrigadas. O diretor-geral da OIM, William Swing, que está visitando o Haiti, afirmou que a maior preocupação da agência é com a segurança de meninas e mulheres que vivem nos acampamentos.

Subsídios

Os desabrigados haitianos estão espalhados por 575 campos. De acordo com a OIM, muitas pessoas deixam os abrigos após receberem subsídios de aluguel.

Somente no Campo Marte havia 4,6 mil famílias. Mas agora, 90% das instalações do local foram desarmados com a saída dos haitianos.

Segundo a OIM, ainda há muito o que fazer para retornar todos os afetados pelo terremoto do Haiti a casa, e que serão precisos financiamentos da comunidade internacional, do governo e de agências.