Dilma chega a Washington otimista para encontro com Obama

A presidente Dilma Rousseff afirmou neste domingo, na chegada a Washington, que tem "excelentes expectativas" para sua visita aos Estados Unidos. Dilma, que ficará hospedada no luxuoso hotel Four Seasons, em Georgetown, chegou à capital americana no final da tarde, na véspera do encontro com o presidente, Barack Obama, na Casa Branca.

Uma das tarefas da comitiva brasileira nos Estados Unidos é convencer Obama a comparecer à Rio +20. Analistas têm afirmado que os Estados Unidos são o principal obstáculo para que a conferência ambiental seja de fato relevante.

Ainda neste domingo, ela deve se encontrar com empresários brasileiros. Na segunda-feira, os presidentes das duas maiores democracias das Américas devem discutir questões como a Síria, política monetária, contratos na área de defesa, alem do petróleo offshore brasileiro. Dilma também almoçará com Obama na Casa Branca antes de se reunir com CEOs brasileiros e americanos. Logo depois, a presidente participará do encerramento do seminario Brasil-EUA: parceria para o século XXI.

À noite, a presidente será homenageada com um jantar na Embaixada do Brasil em Washington. A Casa Branca não oferecerá um jantar oficial à Dilma. Nas últimas duas décadas, o único chefe de Estado brasileiro a ser homenageado com um banquete foi Fernando Henrique Cardoso, recebido por Bill Clinton, em 1994.