TV síria diz que 'terroristas armados' atacaram refinaria de Homs

Um "grupo terrorista" detonou nesta quarta-feira um carro-bomba em Homs, no centro da Síria, matando e ferindo várias pessoas, entre civis e membros das forças de segurança, informou a televisão estatal síria.

As autoridades afirmam que "perseguem os grupos terroristas" em Homs, grande foco da onda de contestação ao regime, acusando-os de estarem por trás da violência. Mas os militantes sírios afirmam que o Exército que realiza uma violenta campanha na cidade para esmagar a revolta.

A televisão indicou que a explosão desta quarta de "uma determinada carga explosiva no bairro de Baba Amr deixou mortos entre os civis e as forças de ordem".

Em Idleb (noroeste), ainda segundo a televisão, "um grupo terrorista armado atacou um prédio de recrutas militares, e as forças entraram em confronto com o grupo, matando alguns terroristas".

Pelo menos cinquenta pessoas foram mortas nesta quarta-feira em uma nova ofensiva contra Homs, atacada pelo quinto dia consecutivo, indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), com sede no Reino Unido.