Filha de Raúl Castro recebe prêmio por excelência acadêmica 

A sexóloga Mariela Castro, filha do presidente cubano Raúl Castro, receberá nesta quinta-feira o prêmio Eureka de excelência acadêmica, entregue pela primeira vez pelo Conselho Mundial de Acadêmicos Universitários para quatro latino-americanos, informou a imprensa local.

"O prêmio reconhece o trabalho da sexóloga cubana à frente da CENESEX e do Programa Nacional de Educação Sexual (ProNes)", escreveu o site do Centro Nacional da Educação Sexual (CENESEX), que é dirigido por Mariela Castro.

Os outros três laureados são Eusebio Leal, Historiador da Cidade; Orlando Terré, presidente da Organização Mundial de Educação Especial; e Margarita Cedeño, primeira-dama da República Dominicana, acrescentou.

Mariela Castro, de 50 anos, faz uma forte campanha em defesa dos direitos dos gays e lésbicas na ilha, onde já foram realizadas operações de mudança de sexo e é esperada a aprovação do Parlamento das uniões homossexuais.