México: esquerdista López Obrador será candidato à presidência

A esquerda mexicana anunciou nesta terça-feira que Andrés Manuel López Obrador será novamente seu candidato presidencial para 2012, após ganhar uma pesquisa definida como mecanismo de seleção e deixando para trás uma disputa interna em torno da candidatura.

López Obrador, do Partido da Revolução Democrática (PRD), que perdeu por menos de um ponto para Felipe Calderón, do conservador Partido Ação Nacional (PAN), na polêmica eleição presidencial de 2006, disse que liderará um movimento de frente ampla e agradeceu seu concorrente na disputa interna da esquerda, Marcelo Ebrard, prefeito da Cidade do México, que reconheceu sua derrota.

"Cumprimos com o compromisso de que seria candidato da esquerda aquele que estivesse mais bem posicionado (...). O resultado das consultas me beneficia. Como consequência, fazendo uso de minha liberdade de expressão, manifesto que vou participar das eleições de 2012", disse López Obrador em um anúncio à imprensa.

O método para designar o candidato da esquerda foi a realização de pesquisas por duas empresas designadas por cada aspirante.

López Obrador enfrentará nas eleições de 1º de julho de 2012 os candidatos do PAN e do também opositor Partido Revolucionário Institucional (PRI), que serão definidos em fevereiro. Oficialmente, a campanha será iniciada em março.