Brasil fecha embaixada na Tailândia

Agência Brasil

BANGCOC - Em meio às tensões causadas por conflitos entre o governo da Tailândia e os rebeldes, a Embaixada do Brasil em Bangcoc (capital tailandesa) permanecerá fechada hoje e amanhã. A informação foi confirmada pelo Itamaraty.

A medida foi tomada por razões de segurança, uma vez que o clima de conflito se amplia para a área próxima ao prédio da representação diplomática. É a pior crise dos últimos 20 anos no país. Mais de 30 pessoas morreram e 1,4 mil se feriram em conflitos.

De acordo com nota publicada no site da embaixada, em razão da deterioração da situação de segurança nas proximidades da representação, como choques violentos entre as forças de segurança e manifestantes, com mortes e bloqueios de ruas, houve a decisão. A orientação é que os brasileiros que necessitem de algo procurem a embaixada a partir de amanhã, mas confirmem por telefone se haverá funcionamento normal.

Há cerca de dois meses, a Tailândia vive em crise. As negociações de conciliação não avançaram hoje. Os homens do Exército da Tailândia ampliam o cerco aos manifestantes. De acordo com brasileiros que estão no país, há famílias que tentam estocar comida e materiais de primeira necessidade com receio do agravamento da crise.

Ontem, autoridades tailandesas rejeitaram uma possível mediação das Nações Unidas para acabar com os violentos protestos contra o governo em Bangcoc, a capital da Tailândia.