Jogador Zárate, da Lazio, diz que não conhecia saudação nazista

Agência AFP

ROMA - O agente do jogador Mauro Zárate, o atacante argentino do Lazio de Roma, saiu neste sábado em defesa do jogador, dizendo que ele não conhecia o significado da saudação nazista, apesar do gesto que fez ao lado de torcedores do time, semana passada, numa partida contra o Bari.

O argentino, de 23 anos de idade, provocou um escândalo na Itália, quando foram divulgadas imagens nas quais aparece fazendo levantando o braço, à maneira nazista, junto com um grupo de torcedores famáticos.

"Mauro não sabe nem sequer quem foram Hitler ou Mussolini", disse à agência SID, filial da AFP.

Os radicais do Lazio são conhecidos por suas posições de extrema direita e por usar a saudação durante as partidas.

Em 2005, um escândalo semelhante custou multa de 10.000 euros para outro jogador do time, o italiano Paolo Di Canio.