Italiano acusado de tentar matar brasileira é preso em Vicenza

Agência ANSA

ROMA - O italiano Luca Vaccari, de 38 anos, foi preso na noite passada pela polícia de Vicenza, no norte do país, acusado de tentar matar a ex-namorada, a brasileira Maria Biraci.

Ele teria golpeado a mulher com uma arma cortante enquanto os dois andavam de carro. A brasileira conseguiu escapar ao se jogar do veículo em movimento.

Socorrida por pedestres, Biraci apresentava ferimentos na cabeça, no pescoço e nos braços e foi encaminhada ao hospital. Ela já foi transferida para o departamento de cirurgia plástica e não corre risco de vida.

De acordo com a reconstituição do crime, Vaccari, que é operador de laser na empresa do pai, levou a ex-namorada para jantar na noite de ontem e depois roubou-lhe o carro, a bolsa e o celular. Ele a conduziu para uma zona isolada e a agrediu.

Encontrado pela polícia em sua casa, o italiano admitiu a tentativa de assassinato, mostrando o lugar onde abandonara o veículo. Na residência, os policiais recolheram roupas sujas de sangue e três recipientes cheios de benzina.

Os investigadores acreditam que o material poderia ser usado para colocar fogo no corpo da brasileira, uma vez que o homicídio fosse concluído. A faca utilizada na agressão ainda não foi recuperada.

Vaccari justificou seu gesto dizendo-se exasperado com a insistência de Biraci, que trabalha em um bar, em retomar o relacionamento que ele terminara.