Líder da oposição malaia volta ao Parlamento

Agência AFP

KUALA LAMPUR - O líder da oposição malaia, Anwar Ibrahim, prestou juramento nesta quinta-feira no Parlamento, onde recuperou o cargo de deputado depois de 10 anos de exílio político, seis deles passados na prisão.

Anwar chegou ao lado da esposa, Wan Azizah Wan Ismail, e da filha, Nurul Izzah Anwar.

- Estou muito feliz de voltar depois de 10 anos. - declarou.

Afastado do posto de vice-premier em 1998, e depois preso por 'sodomia' (crime na Malásia) e 'corrupção' até que o julgamento fosse anulado em 2004, Anwar Ibrahim é o protagonista de um retorno espetacular à vida política depois da vitória de seu partido nas eleições de março.

Apesar de ter sido novamente acusado de 'sodomia' recentemente, o líder da oposição na Malásia se aproximou ainda mais do poder depois de ter reconquistado na terça-feira a posição de deputado, graças a uma votação parcial no estado de Penang (noroeste).

Anwar Ibrahim, 61 anos, prometeu derrubar o frágil governo de coalizão do primeiro-ministro malaio Abdulah Ahmad Badawi.

- O primeiro-ministro não dispõe mais do mandato da nação. - disse Anwar.