Polícia tailandesa cerca sede do governo

Agência AFP

BANGCOC - A polícia de choque tailandesa cercou nesta terça-feira a Casa de Governo, em Bangcoc, ocupada por milhares de manifestantes, que exigem a renúncia do premier da Tailândia, Samak Sundaravej.

Policiais e manifestantes sofreram ferimentos leves quando as forças de segurança tentaram entrar na sede do Governo, onde estão os escritórios do primeiro-ministro, mas um oficial garantiu que a polícia não empregará a força contra os manifestantes.

Pelo menos 35 mil manifestantes cercaram nesta terça-feira vários ministérios e ocuparam a Casa de Governo e a TV estatal.

Os manifestantes exigem a demissão de Samak, considerado um "fantoche" do ex-premier Thaksin Shinawatra, derrubado por um golpe militar em 2006 e exilado na Grã-Bretanha.

O general Surapol Tuanthong, porta-voz da polícia nacional, informou que cerca de 8 mil manifestantes ocupam desde a Casa de Governo.