Papa Francisco cria 13 cardeais e visita Bento XVI

Jorge Bergoglio ampliou colégio de eleitores em conclave

Marco Tassi/Epa
Credit...Marco Tassi/Epa

O papa Francisco celebrou nesse sábado (28), na Basílica de São Pedro, o consistório público ordinário para a criação de 13 cardeais e, após a missa, fez uma visita a seu antecessor, Bento XVI.

Jorge Bergoglio foi acompanhado dos 11 novos cardeais presentes na cerimônia - dois deles não puderam viajar ao Vaticano devido a restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus. Segundo o porta-voz da Santa Sé, Matteo Bruni, os prelados foram apresentados individualmente ao papa emérito, que os abençoou.

O encontro ocorreu na capela do mosteiro Mater Ecclesiae, onde Bento XVI vive recluso desde que renunciou ao trono de Pedro, em 2013. Dos 13 cardeais nomeados neste sábado, nove são "eleitores", ou seja, têm menos de 80 anos e poderiam participar de um eventual conclave para escolher o sucessor de Francisco.

Entre eles estão os dois ausentes no consistório: Cornelius Sim, primeiro cardeal de Brunei, e o arcebispo de Capiz, nas Filipinas, Jose Advincula.

Os outros eleitores são o maltês Mario Grech, secretário-geral do Sínodo dos Bispos; o arcebispo de Kigali, Antoine Kambanda, primeiro cardeal de Ruanda; o arcebispo de Washington, Wilton Daniel Gregory, primeiro cardeal afro-americano dos EUA; o espanhol Celestino Aós Braco, arcebispo de Santiago do Chile; e os italianos Marcello Semeraro, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Augusto Paolo Lojudice, arcebispo de Siena-Colle di Val d'Elsa-Montalcino, e Mauro Gambetti, ex-curador-geral do Sacro Convento de São Francisco de Assis.

Já os não eleitores são o arcebispo emérito de San Cristóbal de Las Casas, no México, Silvano Maria Tomasi; o delegado especial na Ordem de Malta e pregador da Casa Pontifícia, Raniero Cantalamessa; e o pároco de Santa Maria del Divino Amor e ex-diretor da Cáritas de Roma, Enrico Feroci.

Com o consistório deste sábado, o colégio cardinalício passa a ter 229 membros, incluindo 128 eleitores. Ao todo, Francisco já nomeou 101 cardeais, sendo que 73 estariam aptos para votar atualmente.

Missa

Em sua homilia, o Papa pregou contra a corrupção na Igreja Católica. "Caros irmãos, todos nós queremos bem a Jesus, todos queremos segui-lo, mas devemos ser vigilantes para permanecer em sua estrada. Nosso coração pode estar longe e nos levar para fora do caminho. Pensemos nos tantos tipos de corrupção na vida sacerdotal", alertou.

O consistório teve uma série de regras sanitárias por causa da pandemia, como a omissão do tradicional "abraço de paz" entre os cardeais e das visitas de cortesia aos novos nomeados. Além disso, os membros do colégio cardinalício participaram da cerimônia remotamente, por meio de uma plataforma digital.(com agência Ansa)